Vereadores discutem aprovação do projeto durante a sessão dessa quinta-feira, 23 (Foto: Tribuna10).
Uma lei aprovada, nesta quinta-feira (23),  pela Câmara de vereadores de São José de Piranhas obriga a Energisa [empresa geradora de energia] a pagar pelo uso do solo utilizado pela colocação de postes em todo o território do município de São José de Piranhas.

A autoria  do Projeto de Lei (PL) é do vereador, Celso Gonçalves (PCdoB). Celso explica que a Energisa é usurpadora de cobranças de taxas, não só, pela conta de luz, mas também pela permissão para que outras empresas usem os postes para realização de serviço. Como exemplo, o vereador cita que a Energisa cobra um valor de cerca de R$ 6 para permitir que empresas de TV a cabo e de internet  usem os postes para amarração de fios, por exemplo. Enquanto isso, a empresa de luz não paga nada pelo uso do solo para a colocação de postes.

Com a medida a Energisa deverá pagar à Prefeitura, pelo uso do solo público e pagar aos proprietários de terras particulares pelo uso do solo dos postes colocados na zona rural do município.

O projeto foi aprovado e subscrito por todos os vereadores da casa legislativa e, agora segue para sanção ou veto do poder executivo.
 
Outro ponto destacado por todos os vereadores foi a falta de  bom senso da empresa de energia que não dar qualquer tipo de prazo mínimo para evitar o corte de luz. Um  vereador disse que a atrasou a conta de luz de sua casa por três dias, por que estava viajando, e quando chegou encontrou um agente da empresa em cima do poste para cortar a luz, o vereador pediu ao funcionário para esperar 10 minutos enquanto ele fosse pagar a conta, mas mesmo assim não teve o pedido aceito. “Após o corte eu paguei a conta imediatamente, mas mesmo assim passei 48h no escuro,” Disse o vereador.

O dinheiro arrecadado pelos postes do solo urbano deverá ser revertido para serviços de saúde pública em São José de Piranhas.  

POR ALEX GONÇALVES 
Tribuna10: 24/03/2017 às 08h10

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu