Após seis meses sem água nas  torneiras, os moradores de São José de Piranhas amanheceram esta quarta-feira (5), felizes da vida, alguns haviam 180 dias que não sabiam o que é um banho de chuveiro. 

A Cagepa ligou os motores e voltou a abastecer a cidade que estava em colapso desde o início de outubro de 2016.  É o caso do agricultor, Gerônimo, que mora na rua Odom Bezerra. “Quando vi que tinha água nas torneiras nem acreditei, foi a maior alegria que tive em seis meses,” disse.
 
Devido ao longo período sem água e a escavação de poços artesianos,  alguns canos que levam água para as residências ressecaram, outros quebraram e apresentaram vazamentos, por isso a água não chegou ainda em toda a cidade e, em alguns pontos está chegando fraca. 

O gerente regional da Cagepa, Cleudismar Alexandre, disse que é natural que isto ocorra e para normalizar o abastecimento levará cerca de dez dias. “É normal a água chegar um pouco fraca devido a entupimentos e quebra nos canos por ter passado muito tempo sem água, mas em dez dias tudo será normalizado, assim foi também em São João do Rio do Peixe,” disse.

Segundo a AESA o açude da Cagepa em São José de Piranhas está apenas com 15.1% do volume o que equivale a  5,1% acima do volume morto. Caso o manancial não receba mais algumas recargas,  a água acaba em poucos meses.

Adutora
A esperança dos moradores de São José de Piranhas é a construção da adutora que ligará a barragem de Boa Vista [obra da transposição] até a cidade. A empresa ganhadora da licitação já está ultimando os preparativos para começar os serviços.

Por Alex Gonçalves 
Tribuna10: 05/04/2017 às 15h47

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu