Enfim, foi divulgada o nome da empresa vencedora  da licitação que dará continuidade às obras da primeira etapa (1N) do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco.
 
Veja nota
 Brasília-DF, 7/4/2017 - O Ministério da Integração Nacional vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:

1 - A Comissão Permanente de Licitação confirmou hoje (7) o consórcio Emsa-Siton como vencedor da licitação que dará continuidade às obras da primeira etapa (1N) do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco;

2 - Também hoje a Comissão protocolou no Tribunal de Contas da União (TCU) as informações solicitadas sobre o processo licitatório. Os técnicos do Ministério da Integração Nacional estão disponíveis para quaisquer esclarecimentos adicionais que o TCU julgue necessário;

3 - O valor da proposta renegociada pelo Ministério com o consórcio para a execução das obras foi de R$ 516.873.208,24.  O desconto obtido em relação ao preço estimado inicialmente pelo edital foi de R$ 57.430.356,47. O preço firmado no edital seguiu as exigências legais dos órgãos de controle e, portanto, representou a média do valor de mercado;

4 - No dia 1º de fevereiro, a Comissão Permanente de Licitação recebeu sete ofertas para a execução das obras. As duas primeiras colocadas foram desclassificadas por não atenderam os requisitos previstos nos itens 14.7.3.2 (item 1) e 14.7.3.7. Apreciando então os documentos de habilitação apresentados pela terceira colocada, a Comissão entendeu que esta empresa atendia todas as exigências que constavam no edital e, dessa forma, constituía a mais vantajosa para o Ministério;

5 - A Comissão reitera que a decisão incluiu duas análises - uma técnica e outra de preço. O resultado final leva em conta a conjugação destes dois fatores. É importante esclarecer que qualquer análise que leve em consideração apenas o item preço é incorreta, uma vez que o edital define parâmetros técnicos imprescindíveis para a adequada execução das obras, visando garantir a funcionalidade do projeto e sua execução dentro da agilidade que um empreendimento dessa relevância e seus benefícios requerem.

Tribuna10
Via assessoria do MI

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu