A falta de cuidados com a saúde pública no município do Barro-CE acarreta muitas despesas colaterais que passam despercebidas do olhar da população. Sem ter atendimento médico especializado, pacientes são obrigados  a serem transferidos para outros centros de medicina mais avançada no estado do Ceará o que aumenta, consideravelmente, as despesas nos cofres públicos. 

Em sua página atualizada o Tribunal de Contas do Municípios do Ceará (TCM), divulgou uma lista de despesas com diárias de servidores da Prefeitura do Barro, entre as despesas mais evidentes estão a dos motoristas da Prefeitura que transportam pacientes. Entre eles estão: José Gilvan de Sousa que já recebeu em 2017 o valor de R$ 7.200 em diárias civis pagos gestão do prefeito, Dr. Marqueinélio; José Ivanilson Vieira Gonzaga que recebeu de diárias R$ 6.300 e Otacílio Agostinho dos Santos  que recebeu R$ 5.370. Os três motoristas somam juntos o valor de R$ 18.870 em diárias recebidas este ano. 

Sem investimentos na saúde pública, a população do Barro está sensivelmente prejudicada tendo que recorrer à medicina de outros centros como a capital, Fortaleza.

Ao todo, o Prefeito Marquinélio já gastou este ano R$ 55.210 em diárias civis. 

Por Alex Gonçalves 
Tribuna10, 19,05, 17, às 08h39

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu