Mais um consórcio entrou na Justiça no enrolado Eixo Norte do Rio São Francisco. A construtora Marquise, segunda colocada no edital, pede a inabilitação da Passarelli, primeira colocada e com proposta R$ 75 milhões mais barata, e da Emsa-Sitom, terceira colocada, declarada vencedora após imbróglio.

A Marquise alega preencher todos os requisitos e pede que seja habilitada para a obra. Com isso, pede que o processo seja suspenso até decisão do juiz.

Tribuna10
Fonte: Veja

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu