A edição da Caravana do Coração 2017  que vai começar em julho, foi o que disse o governador Ricardo Coutinho durante entrevista na tarde desta sexta-feira (9). Uma novidade este ano será a presença de médicos estrangeiros na Caravana do coração.

O público-alvo da caravana é formado por crianças de 0 a 12 anos e gestantes com idade gestacional de 22 a 28 semanas que apresentem algum tipo de cardiopatia ou problemas oriundos de cardiopatias.

A ação vai realizar realizar mutirão de triagens, consultas e exames cardiológicos com ajuda de uma equipe multidisciplinar de profissionais de diversas áreas. “O propósito maior é cuidar das crianças carentes e suas famílias, de forma técnica, ética e social.

A meta é atender cerca de 1,3 mil pacientes entre gestantes e crianças, totalizando cerca de 15 mil atendimentos nas especialidades de Cardiologia, Odontologia, Neurologia, Ultrassonografia, Ecocardiografia, Clínica Médica, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia e Arte-educação em toda a Paraíba.

A Caravana do Coração é fruto do projeto Círculo do Coração, que nasceu de uma parceria entre o Governo do Estado da Paraíba e a ONG pernambucana Círculo do Coração, desde outubro de 2011. O projeto surgiu da necessidade de melhorar o atendimento em cardiologia pediátrica no Estado. O convênio foi firmado no dia 17 de outubro de 2011, no valor de R$ 3.327.633,12 e renovado em novembro de 2013 com investimento de R$ 6 milhões.

Serão cerca de 50 profissionais, entre os quais, médicos especialistas em cardiologia clínica e em diagnóstico por imagem; psicólogo; nutricionista; assistente social e enfermeiras.  Além do atendimento, que vai desde a consulta de enfermagem, avaliação nutricional, psicológica, do serviço social, consulta médica e dos exames de imagem, terão cursos de capacitação aos profissionais de saúde dos 13 municípios. 

Tribuna10

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu