As próprias imagens dizem tudo sobre o completo abandono do cemitério municipal, São João Batista, na cidade de Sousa, no Sertão da Paraíba. O descaso com o campo santo revolta a população e estarrece quem visita ou acompanha um ente querido para sepultá-lo.

Nesta quinta-feira (1º), um leitor do Tribuna10 esteve no cemitério e ficou revoltado com o descaso da Prefeitura de Sousa com as famílias de centenas de parentes e, amigos que estão sepultados no local.

Conforme as imagens há uma verdadeira sujeira, além de tijolos e telhas espalhados por toda parte. O muro que cerca a área está parcialmente destruído. As paredes estão caídas e existem buracos por toda parte. Para que os túmulos não fiquem expostos populares colocaram panos e sacolas para tampar parte dos rombos das paredes do muro. Com  as paredes caídas, o cemitério fica exposto a ações de vândalos e as famílias lamentam os descaso.

Em março deste ano a prefeitura de Sousa, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, informou que  realizou uma força-tarefa no cemitério municipal, São João Batista.  De acordo com informações do gerente do local, João Damião da Costa, o serviço de força-tarefa consistiu em limpeza, roçagem, capinagem, varrição e retirada de todo o entulho encontrado.

Mas não é o que parece. O que se ver é um completo retrato do abandono e um desrespeito às famílias que tem seus entes queridos sepultados no cemitério municipal da cidade de Sousa. 

Por Alex Gonçalves 
Tribuna10, 01, 06, 17 -às 14h30
Colaborou: Adalberto Vieira 

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu