A fogueira é uma das tradições mais comuns durante o período junino e, por isso, o Governo do Estado, por meio da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), está cadastrando os vendedores que comercializam madeira durante todo o mês de junho dentro do estado da Paraíba. A finalidade é garantir um meio ambiente saudável e a segurança da população, coibindo o desmatamento e a retirada ilegal de madeiras não apropriadas para essa finalidade.

Para o cadastro da atividade, que é feito diretamente na sede da Sudema e demais unidades no estado, o comerciante deve requerer a licença apresentando documentos específicos como RG, CPF, comprovante de residência e declaração de origem da lenha. Sem o cadastro, e ocorrendo uma fiscalização, os vendedores serão notificados, podendo responder criminalmente e pagar multa variando entre R$ 5 mil e R$ 50 mil, além da madeira ficar apreendida.

Os consumidores que forem adquirir a madeira devem sempre pedir para ver os documentos antes de fazer a compra, garantindo, assim, que estão comprando madeira de origem legal. O órgão ambiental aconselha que a madeira para a fogueira deva ter origem de reflorestamento autorizado como eucalipto, pinheiro e sabiá e galhos provenientes de poda de árvores.

Fiscalização - A fiscalização dos pontos de venda está sendo feita diariamente em parceria com o Batalhão Ambiental da Polícia Militar. Caso a população verifique alguma irregularidade na comercialização da madeira ( desmatamento), a denúncia pode ser feita pelo número (83) 98844-2191 ou 190. As unidades da Sudema ficam na Avenida Monsenhor Walfredo Leal, 181 - Tambiá, João Pessoa; Avenida Barão Rio Branco, 89 - Centro, Campina Grande; e Rua Lima Campos, 740 - São Sebastião, Patos.

São João Consciente - A Sudema orienta que as fogueiras não sejam feitas sobre o asfalto, embaixo de árvores ou da rede elétrica, como também deve ser respeitada a distância mínima de 200 metros de escolas, hospitais e parques. Outra orientação para brincar o São João de forma consciente é para que os moradores se organizem e façam apenas uma fogueira por rua, minimizando assim a emissão de poluentes.

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu