Familiares a populares de Uiraúna ficaram revoltados ao presenciar a falta de respeito com popular que foi assassinado e teve de passar quase 10h até a chegada do carro rabecão. O corpo de ex-presidiário fica exposto por quase 10h no meio da rua.
  
O fato aconteceu no início da tarde desta quarta-feira (2), quando um homicídio foi registrado na cidade de Uiraúna no Sertão da Paraíba, tendo como vítima o ex-presidiário identificado como Joaquim José Duarte Vulgo “Kinca” que foi executado com vários tiros.

Segundo informações, a vítima estava em um bar, quando uma pessoa não identificada chegou e efetuou vários tiros a queima roupa. A vítima teve morte instantânea no local.

Uma equipe do SAMU foi acionada até o local e constatou o óbito de Kinca. A PM de Uiraúna foi acionada isolando a área até achegada do IPC. Guarnições realizaram diligências em busca de prender o acusado do crime.

kinca, era morador da Vila Macena, município de Triunfo, a Polícia Civil prossegue com  as investigações.

Tribuna10

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu