O segundo repasse do Fundo de participação dos Municípios (FPM) do mês de outubro, que chega às contas das prefeituras municipais da Paraíba nesta sexta-feira (20)  será 16,24% menor do que o valor repassado em 2016, considerando os efeitos da inflação.

A estimativa de redução é da Confederação Nacional de Municípios (CNM), que prevê transferência de R$ 22.083.707,93, contra os R$ 26.364.035,07 feito em outubro do ano passado para a Paraíba.
Ainda de acordo com a CNM, a capital paraibana é a mais atingida com uma redução de 31,84%.  No segundo decênio de 2016, a prefeitura abocanhou R$  3.979.806,49 contra R$2.712.595,64  deste decênio. 

Inflação
Ainda segundo dados da Confederação, ao considerar os efeitos da inflação, o FPM de 2017 apresenta crescimento de 5,89% em relação ao mesmo período do ano anterior. “Percebe-se que, por conta da sazonalidade do Fundo registrada no segundo semestre do ano, os repasses são de fato menores em relação ao primeiro semestre”, explica a CNM.

A estimativa da Secretária do Tesouro Nacional (STN) para o Fundo dos Municípios é retração de 7,53%, em relação a outubro do ano passado. Para a CNM, essa previsão deve ser considerada pelos gestores municipais. Cautela ao gerir os recursos, uma vez que o Fundo pode apresentar novas reduções, ainda é o conselho da Confederação aos prefeitos.

Com informações da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu