O deputado João Henrique (DEM) sugeriu da tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) que o coronel Euller Chaves, comandante geral da Polícia Militar paraibana, fosse preso por supostos desmandos na administração dele na corporação. A crítica foi feita nesta terça-feira (7) ao falar sobre os processos administrativos e perseguições que o cabo Gilberto vem sofrendo. O parlamentar ainda convocou o coronel para prestar esclarecimento na ALPB

“Quem deveria estar preso e ter deixado o comando era o coronel Euller Chaves, inconsequente que ao arrepio da lei quer tolher as expressões mais elementares da minoria da Polícia Militar da Paraíba. O cabo Gilberto é alvo de várias sindicâncias e vem sendo perseguido”, denunciou.

João Henrique, que é capitão reformado, disse que o novo processo movido pelo Comando da Polícia Militar contra o cabo Gilberto foi originado porque ele participou de uma audiência pública na ALPB e comentou sobre o que vem sofrendo dentro da corporação e algumas irregularidades na PMPB.

“Ele [cabo] na audiência pública veio informar ao parlamento da Paraíba, o que acontecia na PM. Eu não vi nada que pudesse comprometê-lo, nem algo que pudesse ser punido. Por isso eu digo: estou indignado, pasmo com a situação, mas o tempo é o senhor da razão. Essa injustiça que vem sendo praticada no âmbito da PM está ultrapassando os limites do razoável. Não é possível que nós [deputados] estejamos aceitando uma coisa desse jeito. Deixo aqui um requerimento de convocação ao comandante da PM para que venha a
ALPB e nos der as explicações convincentes”, avisou o deputado.

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu