Mais uma vez a população da cidade de São José de Piranhas se entristece ao ver as últimas gotas de água do açude São José I [manancial que abastece a cidade], jorrando nas torneiras.  A AESA atualizou os dados, em 02 de janeiro de 2018,  e informou que o açude está com menos de 1,9% da capacidade total, o que equivale a 51.447 metros cúbicos de água restante no manancial. Dentro de poucas horas o abastecimento será interrompido por que não haverá mais nada para  bombear.

As chuvas não chegam e os moradores estão tristes. Nas rodas de conversa não há outro assunto a não ser: "o segundo ano consecutivo de colapso d’água na cidade."

Dentro de poucos horas a cidade viverá momentos de desolação com as filas de pessoas em busca de um balde de água nas caixas que são abastecidas pela Prefeitura. As madrugadas não serão mais as mesmas com o "Tirinete" de bacias, latas, panelas e outros recipientes usados para carregar água das caixas espalhadas pela cidade.

O clamor será muito maior que no ano passado, haja vista os poços perfurados por moradores e pelo governo municipal estarem secando e não conseguem mais verter água para atender a demanda do consumo.
 
Segundo o IBGE, mais de 11 mil pessoas moram na zona urbana de São José de Piranhas, todos esses moradores vão ficar sem água nas torneiras.

Previsão de Chuva- O Climatempo informa que não chove nesta quarta-feira (3) e nem na quinta-feira (4) em São José de Piranhas, mas haverão pequenas pancadas de chuvas na sexta-feira (5), sábado (6), e no domingo (7). As chuvas vão variar entre 2 a 9mm.

Adutora. Segundo o prefeito, Chico Mendes (PSB), a licitação da adutora que vai ligar a barragem de Boa Vista à ETA em São José de Piranhas ocorre dia 9 de janeiro. A obra custará em torno de R$ 7.5 milhões e só estará pronta em pelo menos um ano.Veja gráfico.

 Por Tribuna10
Em 03, 01, 18 às 03h25

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu