O ano de 2018 iniciou sem perspectivas de chuvas em quantidade significante para o semiárido nordestino, nesta primeira quinzena de janeiro, segundo os principais institutos de meteorologia, consultados pelo Radar Sertanejo. A maioria dos reservatórios de água já secaram e muitas cidades estão à beira do colapso ou sendo abastecidas com carros-pipas.

No entanto, para este ano são esperadas chuvas dentro da média histórica no Sertão e Alto Sertão, paraibano. O anúncio que tranquiliza mais a população sertaneja foi feito na última semana pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), em Campina Grande.

A Aesa acredita que os açudes localizados no semiárido paraibano sejam recarregados com as chuvas de 2018. Essa esperança aumentou depois que os meteorologistas do Governo do Estado anunciaram a previsão climática para o próximo trimestre.

De acordo com o setor de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, os últimos seis anos foram de chuvas abaixo da média histórica na maior parte do Estado.

Tribuna10
Via- Radar Sertanejo 

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu