O Vereador, João Rabelo de Sá Neto, que pertence ao grupo político da oposição  do município de Aparecida, Sertão da Paraíba, foi condenado pelo Juiz da 1ª instância Dr. José Normando em Sousa a uma pena que se soma mais de 12 anos de reclusão, juntamente com outros réus em regime fechado.

João Neto teria participado de uma invasão, incêndio, dano qualificado e roubo no Grupo Santana que fica localizada as margens da BR-230, entre os Municípios de Sousa e Aparecida há cerca de três anos.
Duas pessoas na época que estavam no local foram feitas reféns. A denúncia foi feita pelo Ministério Público da Paraíba.

Além do Vereador, foram condenados: Cícero Soares Timóteo, e Renan Cassimiro. Existe também um Mandado de Prisão em desfavor de outra pessoa de nome Lucas Enfermeiro. Lucas se encontra em lugar incerto de acordo com a sentença.

João Neto está com recurso de apelação, e deverá ser julgado na quinta-feira, 1º de março de 2018 no Tribunal de Justiça da Paraíba. Caso o Vereador não conseguir modificar a sentença, o Juiz já pode pedir cumprimento da pena, correndo o risco de perder o Mandato de Vereador na Câmara Municipal de Aparecida.

Tribuna
Créditos-Repórter Pb

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu