Enquanto muitas Prefeituras da região iniciaram o corte de terras, do agricultores, em dezembro e concluiu os serviços em tempo hábil para o plantio, a Prefeitura de Joca Claudino, interior do estado, não conseguiu elaborar um cronograma, eficiente, para beneficiar o solo dos agricultores mais carentes do município e, os serviços sofreram um enorme atraso.

Segundo apurou o Tribuna, a segunda fase do programa elaborado pela secretaria de Agricultura de Joca Claudino,  só reiniciou os serviços no início deste mês de março, o que para muitos agricultores já seria tempo de colher e não de preparo do solo. Com a morosidade da Prefeitura, boa parte dos agricultores de Joca Claudino terão prejuízos na safra de 2018. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE.

O preparo tardio do solo em, Joca Claudino, acontece devido ao número reduzido de máquinas locadas pela Prefeitura para realizar os serviços em tempo hábil.

Por Alex Gonçalves 
Tribuna
11, março, 18, às 08h45

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu