O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir, negou hoje que exista uma queda de braço entre a gestão municipal, os professores e o sindicato da categoria. “Não existe queda de braço. Quando se diz queda de braço dá a entender que existe um propósito de confronto entre a gestão municipal, o sindicato e a categoria. O que existe é que tenho que fazer cumprir a lei”, afirmou. Segundo o prefeito, a administração do município e os professores chegaram a um acordo em relação ao reajuste da categoria.

O prefeito José Aldemir relatou que houve uma reunião da equipe técnica da prefeitura com o sindicato e com professores, num debate democrático com a presença, inclusive, do advogado Joao de Deus Quirino. “Até que chegou o momento em que, numa explicação do auditor Patrick, o professor Iran se manifestou, dizendo-se convencido e que entendeu o que havia sido colocado pelo auditor. Foi seguido nessa manifestação pela professora Joelma, que estava lá, que era uma das mais incisivas e radicais. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 

 
Contatos- Shows: Facebook Neto Basilio
Instagram. Dj_neto_sjp.
Cel. 83 996725517
O professor Wagner, que é coordenador do Fundeb, disse que sabia, mas não queria dizer para não perder dinheiro. Todos saíram de lá convencidos, de forma tranquila”, comentou o prefeito, destacando a importância do diálogo com a categoria.

José Aldemir lembrou que ninguém tem mais interesse em atender as reivindicações, já que também é servidor público. “Eu sou concursado no Ministério da Saúde, do Ministério da Previdência Social, e vou sempre defender a minha categoria. Agora, como gestor, tenho que fazer cumprir a lei”, ressaltou.

O prefeito destacou que não foi ele que detectou o erro cometido, inclusive, na sua gestão, mas sua equipe jurídica. “Ninguém em Cajazeiras está recebendo um centavo sequer abaixo do piso nacional, estamos cumprindo plenamente. O piso nacional foi, com aumento de 6,81% no salário do professor. Precisamos ter responsabilidade. Não posso vincular o percentual do piso nacional ao índice do PCCR, que depende da capacidade orçamentária e financeira”, observou, em entrevista a Rádio Oeste.

Tribuna
Com Blog Do Silvano Dias 

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu