Imagine precisar de atendimento médico e ver todos os dias um prédio com essa finalidade abandonado. Esse é o drama dos vizinhos de uma unidade de Saúde da Família (USF) em Bonito de Santa Fé, no sertão do estado, construída há pelo menos um ano e jamais colocada para atender os pacientes. Agora, a Prefeitura Municipal promete recuperar os espaços e colocá-los em funcionamento ainda neste ano.

Sem manutenção e vigilância, o local começa ser tomado de mato, lixo e com início de depredação. O posto médico fica no bairro jardim das Neves, um bairro bastante populoso e de muitas famílias carentes. A obra que deveria estar em funcionamento custou aos cofres públicos o valor de R$ 392 mil. Apesar do custo a obra virou um ponto morto servindo apenas de esconderijo para usuários de drogas, revela moradores. 
USF em Bonito de Santa Fé abandonada
Mães de famílias de Bonito de Santa Fé que moram no bairro, jardim das Neves, onde fica a unidade de saúde, disseram ao Tribuna que enfrentam dificuldades para levar seus filhos a outros postos devido à distância.  “A Saúde em Bonito de Santa Fé, tá um verdadeiro caos, no hospital é gente toda hora e muitas das vezes não tem médico, a sorte ainda é que o hospital conta com bons servidores que tem feito de tudo para ajudar as pessoas de Bonito” disse uma mãe de família que pediu anonimato.

A unidade foi construída da gestão da ex-prefeita, Alderi Caju, que pretendia desafogar o hospital municipal e atender os moradores mais carentes do lugar, mas apesar de mais de dois anos da gestão do prefeito, Chico Pereira, a nova administração fechou os olhos para a USF prejudicando centenas de famílias que precisam de atendimento médico.

Além do abandono do posto do jardim das Neves, outra Unidade que fica no bairro da CEHAP,  também já foi entregue há mais de um ano e está na mesma situação [o tema será mostrado em outra reportagem].

Por Alex Gonçalves 
Tribuna 
05, março, 2018, às 08h44

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu