O presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas (PSB), comentou na tarde deste domingo (15) sobre as pré-candidaturas a governador, de João Azevêdo (PSB), e a senador, do atual deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB). Para ele, essas duas pré-candidaturas estão consolidadas, pois tem a força de vários partidos e mais de 140 prefeitos que, hoje, integram a base de sustentação do Governo do Estado.

Para Rosas, tanto João como Veneziano representam a imagem da gestão do governador Ricardo Coutinho, que tem mais de 86% de aprovação no Estado. “São candidaturas que se consolidaram e que terão a força e o empenho de Ricardo Coutinho e de quem admira seu modelo administrativo”, afirmou, destacando ainda que Veneziano representa uma significativa parcela dos votos de Campina Grande. “Ele (Veneziano), como candidato do nosso partido terá o nosso apoio, o apoio de Ricardo e de 140 prefeitos da nossa base”.

O presidente do PSB paraibano disse também que a sigla buscará, com os demais partidos que apoiam o governo, formar uma chapa ainda mais forte com os cargos de vice-governador, senador e suplente de senador. Ele previu que a chapa liderada por João e Veneziano, governador e senador, respectivamente, pode vir a fazer na primeira coligação até 18 deputados estaduais, sete deputados federais e mais quatro deputados estaduais de outra coligação.

Ao analisar a recente chapa lançada pela oposição sob o nome de Lucelio Cartaxo (PV) ao Governo e Cássio Cunha Lima (PSDB) para o Senado, Edvaldo observou que aguarda o PV se pronunciar oficialmente, pois existe uma cultura na Paraíba de que o candidato de oposição começa a trabalhar uma pré-candidatura a governador um ano e meio antes. “Ou seja, lançar um nome há seis meses (da eleição), você tem aí um PP, PSC, MDB que não aceitam, pois não foram consultados, ou seja, é uma chapa sem rumo”.

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu