Um verdadeiro arsenal foi encontrado em poder dos suspeitos de atacar um carro-forte, na manhã desta segunda-feira (6), na cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa. A ação deixou os dois funcionários da empresa de transporte de valores feridos.

Na fuga dos suspeitos houve troca de tiros e a ação terminou com um dos policiais baleados. Ele levou um tiro de raspão na mão.

Eles se entregaram à polícia após uma negociação, que contou com a presença de advogados dos suspeitos, na cidade de Lucena, onde estavam escondidos. De acordo com a polícia, eles estavam em uma chácara se alimentando quando os agentes chegaram no local. Houve cerca de 40 minutos de troca de tiros, segundo um dos agentes, após o cerco, eles solicitaram a negociação.

Foram presos, Antônio Arsênio de Andrade 24 anos Natural de bom sucesso PB, Romário Gomes Silveira 29 anos Campina Grande, Livaci Muniz da Silva 34 anos, de Pombal e Vanilson Pereira de Macedo 31 anos, da cidade de Boqueirão.

Com os acusados, a Polícia apreendeu um verdadeiro arsenal de guerra; 1 Barret •50, 3 pistolas Glock 9 mm,1 pistola Glock. •40, 16 carregadores de pistolas, 1 fuzil Ak 47, 2 Fal 7,62, 1 fuzil Famae7,62, 33 carregadores de fuzil e 6 emulsões, além de roupas militares, máscaras e coletes à prova de balas.

Todos os envolvidos, juntamente com o material apreendido, foram levados para a sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), na capital.


Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu