BARRO-CE- Moradores do município do Barro-CE disseram ao portal Tribuna10   que vão levar ao conhecimento do Ministério Público do Ceará denúncia de irregularidades  do prefeito da cidade, Marquinélio Tavares, sobre suposta enxurrada de contratações irregulares de servidores  durante o período de campanha eleitoral.

Segundo  a denúncia, a intenção do prefeito é conseguir votos para seus aliados que concorrem a cargos eletivos na campanha estadual deste ano. Além disso o prefeito promove uma verdadeira perseguição contra servidores municipais que são contra seu governo. A reportagem apurou que  a Justiça está aguardando informações do Tribunal de Contas do Município para verificar tais irregularidades.

As denúncias também foram confirmadas neste sábado (22),durante o programa Tribuna do Povo, levado ao ar pela rádio Boa Esperança da cidade do Barro. 

Caso haja procedência na denúncia, o caso deve passar para o ministério Público e lá, eles podem pedir mais investigações ou fazer as denúncias necessárias para dar andamento ao futuro  processo. Além das supostas contratações irregulares, na Prefeitura do Barro, também há denúncias de abuso do poder econômico e favorecimentos neste período eleitoral.
 
Segundo a lei  é vedada a contratação de funcionário, a qualquer título nos três últimos meses que antecedem as eleição. Não só a contratação como também fica proibida a exoneração ou transferência de qualquer servidor seja ele estatutário ou ocupante de cargo comissionado. A base legal de tais proibições está inserida no Art. 73,V e seguintes da Lei nº 9.504 de 30,09.98, que estabelece normas para as eleições. O gestor que incorrer nesse ato pratica improbidade administrativa.

No Brasil é costumeiro, gestores municipais, fazerem contratações irregulares em troca de votos em período eleitoral. Um levantamento aponta que a maioria desses servidores, contratados, é exonerada logo depois das eleições. 

Por Alex Gonçalves 
Notinhas da política 

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu