Discreta e isolada na maior parte da campanha eleitoral, Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro, 36, é a mais nova primeira-dama do Brasil . Natural de Ceilândia (DF), Michelle é mãe de Letícia, filha de outro casamento, e Laura, a caçula de Jair Bolsonaro. Conheceu o marido em 2007, quando trabalhava como secretária parlamentar na Câmara dos Deputados, e se casou no civil em novembro daquele mesmo ano.

A cerimônia religiosa, celebrada pelo pastor Silas Malafaia, aconteceu seis anos depois, no Rio de Janeiro.
Michelle Bolsonaro foi exonerada do cargo no gabinete do marido em 2008, após o Supremo Tribunal Federal (STF) proibir a contratação de parentes até terceiro grau. Evangélica, a nova primeira-dama frequentou durante anos a sede da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec), fundada por Malafaia, mas se tornou fiel da Igreja Batista Atitude logo depois de conhecer Bolsonaro. Por lá, Michelle se destaca na atuação com surdos e mudos, traduzindo cultos para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Em entrevista a um canal do YouTube, a nova primeira-dama contou como começou a se interessar pela causa dos surdos e mudos e por aprender a língua de sinais. Michelle disse que tem um tio surdo, que lhe ensinou o alfabeto em Libras , e que conheceu um casal de surdos na Advec que lhe fez descobrir o amor pela língua de sinais. No vídeo, publicado em 14 de outubro, a nova primeira-dama diz, em Libras, que gostaria que todos aprendessem a língua de sinais para interagir com as pessoas surdas.

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu