BONITO DE SANTA FÉ- Quem visita a principal praça de esporte de Bonito de Santa Fé, cidade localizada no sertão da Paraíba, logo percebe o total abandono, da atual administração, com o esporte amador da cidade. O campo de futebol foi completamente abandonado na atual gestão. A Prefeitura ainda não fez qualquer tipo de reparo no campo deixando dezenas de jovens prejudicados e entregues à própria sorte, sem acesso ao esporte.

Bem ao lado do campo de futebol há uma obra abandonada que seria uma quadra poliesportiva para servir de lazer aos jovens do município. A obra está abandonada há, pelo menos, cinco anos e foi deixada de lado ainda na gestão anterior. Moradores estão reclamando que o “elefante branco” está servindo apenas de base e esconderijo para consumo de drogas e prostituição. As informações foram passadas foram passadas ao Tribuna10 nesta quarta-feira (27). A população bonitense lamenta o desperdício de dinheiro público empregado em uma obra deixada de lado pelo governo municipal.

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) prorrogou até o dia 15, o prazo para o Governo do Estado e as Prefeituras Municipais entregarem o questionário eletrônico, devidamente preenchido, com as informações sobre as obras que estão suspensas ou paralisadas na respectiva esfera de competência.
Leia também:

O presidente do TCE-PB, conselheiro Arnóbio Viana, decidiu, em caráter excepcional, prorrogar a entrega dos questionários e orienta que os órgãos da administração direta e indireta do Estado e dos municípios, por meio de pessoa designada pelo respectivo titular, preencham o questionário padronizado e que foi disponibilizado via e-mail. A data foi prorrogada por solicitação de diversos gestores.

O questionário eletrônico enviado aos gestores públicos faz parte do levantamento que está sendo realizado pelo Tribunal de Contas e atende à campanha nacional coordenada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ),Tribunal de Contas da União (TCU) e Associação dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon).
De acordo com o conselheiro Arnóbio Viana, a finalidade do levantamento é conhecer a situação atual de cada obra, contribuindo com a busca de soluções para a retomada e conclusão dos empreendimentos.
Gestores devem preencher questionário

O questionário deverá ser preenchido pelos gestores, sujeitando-se o responsável às cominações legais cabíveis em caso de não atendimento ou de informações incorretas.
Serão coletadas diversas informações, a exemplo dos gastos já efetuados, repasses de convênios e motivos que levaram a paralisação. Pergunta-se também acerca da viabilidade de conclusão das obras.

Por Alex Gonçalves 
28/02/2019- ás 07h10
Atualizada às 07h11

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu