Moradores da cidade de Bom Jesus, sertão da Paraíba, reclamam da falta de controle administrativo no governo do atual prefeito, Roberto Baima (PSD), em relação à alguns gastos promovidos já no início deste ano e falta de atenção para alguns setores essenciais do município, como a saúde, por exemplo.

Enquanto faltam carros, na secretaria municipal de saúde, para transportar pacientes para serem atendidos, em momentos de urgência, em outros centros, sobra dinheiro para a Prefeitura gastar em festas públicas para promover a gestão.

Informações passadas ao Tribuna trazem que, em gestões passadas, havia carros nos distritos para servir a pacientes carentes, mas o atual prefeito retirou de circulação esses veículos e atualmente há apenas um veículo, tipo ambulância, que fica na sede para servir o município inteiro que conta com cerca de 2.600 habitantes e  possui área de 47 km².

Enquanto a população sofre com o problema, o prefeito da cidade resolveu gastar R$ 115 mil com pagamento de bandas musicais para animar o carnaval de rua deste ano. O valor daria para adquirir, pelo menos, três carros populares para servir o povo carente do município. O gasto está nas páginas do site do tribunal de Contas do Estado (TCE).
Diárias- Outro dado que chama atenção da população é o gasto com diárias do prefeito, Roberto Baima. Em 2018 o prefeito foi alvo da imprensa como um dos gestores que mais gastou nesse quesito durante todo o ano. Em 2019, Segundo o TCE o gestor já  gastou R$ 11.700  em diárias civis, apenas nos meses de janeiro e fevereiro deste ano. 

Tribuna
05/04/2019* às 08h15-Atualizada há 17 minutos  
What: 83-9 93009687

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu