Perto da falência por falta de recursos financeiros, para tratar pacientes com câncer, o hospital Napoleão Laureano de João Pessoa passa por problemas e corre risco de parar suas atividades na área da saúde. Conhecido como a referência no tratamento do câncer, no estado da Paraíba, o hospital precisa de ajuda para não fechar suas portas e deixar centenas de pacientes à beira da morte.
 

Sensibilizado com a situação da instituição, o presidente da Associação dos Municípios do Alto Sertão Paraibano (AMASP),  Roberto Bayma, reuniu na tarde desta segunda feita  todos os prefeitos da entidade  [alguns foram representados], aonde juntos ajustaram um acordo para ajudar a instituição filantrópica.

Ficou acertado que cada uma das 15 Prefeituras vão doar um valor financeiro para contribuir com o hospital. A quantia com  que cada prefeitura vai arcar será proporcional à população do município, mas que o resultado final, de todas juntas, seja o valor de R$ 20 mil por mês.
 
O hospital está há três meses sem  medicamentos para realização de  quimioterapia e alguns pacientes já morreram. Um dos casos foi um  paciente da cidade de Bom Jesus que perdeu a vida.  Ele  estava internado na unidade filantrópica e teve que ir para casa por falta de condições para seu tratamento, mas faleceu.

Por, Alex Gonçalves 
14/05/2019 * às 12h44-Atualizada

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu