O  município de Sousa, localizado no sertão do estado,  vive dias de crítica ao governo do prefeito Tyrone, principalmente na saúde  e educação. Na educação foi constatado que o atual gestor não vem  aplicando o percentual mínimo de 25% da receita de impostos, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino;

Na saúde o prefeito também não aplica  o percentual mínimo de 15% pelo Município, do produto da arrecadação de impostos e transferências constitucionais em ações e serviços de saúde pública. Com os problemas enfrentados, Tyrone  tenta resolver a situação do município com distribuição de cargos públicos com apadrinhados políticos.

De acordo com dados levantados pelo Tribuna10, através do sagres do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE), a Prefeitura de Sousa  tem mais servidores contratados e comissionados do que efetivos. Os 'janelistas' da Prefeitura sousense  superam em 50% a folha de efetivos.
 
Veja números de funcionários segundo o SAGRES. Efetivos730, contratados e comissionados 384. 

Tribuna10
Atualizado em 18/05/2019- às 21h50

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu