A (AMASP) Associação dos Municípios do Alto Sertão Paraibano vem a público repudiar a ação do comandante da Polícia Militar de Bernardino Batista, Tenente Duarte, contra o prefeito de Poço Dantas, Dedé de Zé Cândido,  cujo teor atenta contra a moralidade e dignidade do prefeito. O fato aconteceu nesse domingo (11).

Segundo o presidente da Entidade representativa,  prefeito Roberto Bayma, a nota se faz necessária devido à ação truculenta de agressão física, por parte do policial, contra um representante do povo de um município que já ocupou vários cargos eletivos e está no segundo mandato como prefeito, além de ser atual vice-presidente da entidade que representa os prefeitos do Alto Sertão.
M
O presidente da AMASP destaca que a ação do policial militar é um fato isolado e não condiz com a o trabalho da briosa Policia Militar da Paraíba.

Os relatos apontam que, durante uma partida de futebol, na cidade de Poço Dantas, ao terminar a partida, o carro do prefeito ficou retido entre os demais veículos. O prefeito Dedé de Zé Cândido teria pedido à Polícia para retirar o carro dele [retirar o veículo do prefeito do estacionamento] momento em que o comandante não gostou do pedido do prefeito e o empurrou. Devido à agressão o prefeito caiu, mas quando iria reagir,  algumas pessoas que estavam no local tentaram agredir o policial que se protegeu dentro de uma viatura.

Devido ao ato de agressão física e desrespeitosa ao representante do povo de Poço Dantas, a AMASP publicou nota de repúdio.


NOTA OFICIAL
A (AMASP) Associação dos Municípios do Alto Sertão Paraibano que tem à frente o prefeito Roberto Baima, deplora as agressões contra o prefeito de Poço Dantas, Dedé de Zé Cândido, durante uma partida de futebol na cidade de Bernardino Batista, cidade governada pelo prefeito.
 
Ressaltamos ainda que a agressão foi presenciada por dezenas de pessoas que estavam no local, atitude que atingiu a dignidade  e moralidade do colega gestor que estava diante do seu povo.  Informamos ainda que o gesto do policial militar não condiz com o trabalho da Policia Militar do estado da Paraíba.
 
Atos dessa natureza são inaceitáveis. Não se pode admitir, nos dias de hoje, policiais  sem preparo para resguardar nossa sociedade. A nossa entidade, AMASP, formada por 15 prefeitos nos solidarizamos com nosso colega.
 
A AMASP espera que esses episódios de violência não se repitam diante da péssima repercussão que podem produzir na imagem da Polícia Militar da Paraíba.

Tribuna10, redação
Assessoria 

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu