A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba amplia a divulgação do seu Código de Conduta e Integridade, com a capacitação de seus mais de 3 mil funcionários em todo o Estado. O objetivo é fazer com que o corpo funcional conheça e compreenda o documento e, a partir daí, incorpore os conceitos de ética nas práticas diárias da empresa. O Código de Conduta e Integridade foi aprovado pelo Conselho de Administração da Companhia apresenta claramente o modelo de comportamento que deve orientar os negócios e relacionamentos da empresa.

“Queremos unir a teoria à execução, de fato. Portanto, não apenas entregamos a cartilha para cada funcionário, mas também estamos oferecendo uma capacitação dinâmica e estruturada de forma cuidadosa para que os participantes tenham o melhor aproveitamento na absorção dos conhecimentos, com foco na aplicação prática em seus ramos de atuação”, explicou o presidente Marcus Vinícius Fernandes Neves.

Com a promulgação da Lei Federal 13.303/16, tornou-se obrigatório perante o estatuto jurídico de empresas públicas, economia mista e de suas subsidiárias, a aplicação de conceitos e estruturas de governança corporativa, transparência, práticas de gestão de riscos, controles internos e compliance. Com isso, a Cagepa precisou se adaptar, rapidamente, a uma série de mudanças. Dentre elas, a criação da Gerência de  Controles Internos, Gestão de Riscos e Compliance, onde começaram a ser definidas metodologias baseadas nas melhores práticas de mercado para, então, atender aos requisitos da nova legislação.

Marcus Vinícius assegurou que todo o corpo funcional passará, gradativamente, pela qualificação, durante o ano de 2019. O curso está sendo ministrado pelos educadores corporativos da Cagepa e pelo gerente de Gestão de Riscos e Conformidade da Companhia de Água e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), Daniel Lira.
“Atualmente, mais do que nunca, o compliance e as boas práticas de governança são essenciais no mundo corporativo, principalmente na administração pública. Por isso, esse trabalho contínuo de estruturação de alinhamento à lei 13.303/16 faz com que a Cagepa esteja comprometida com uma cultura de conformidade e ética”, pontuou o presidente, acrescentando que mais de 300 servidores da Cagepa já passaram pela capacitação.

Por Tribuna10, Redação em Cajazeiras
Fonte: assessoria

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu