A senadora paraibana Daniella Ribeiro (PP) foi eleita em 2018 empunhando a bandeira de representante da “nova política”, discurso repetido por outros candidatos Brasil afora.

Bastaram alguns meses de mandato para a bela irmã do deputado federal Aguinaldo Ribeiro, do Centrão, provar que, de nova, sua forma de fazer política não tem nada. Ela começou arranjando uma “boquinha” no gabinete para três parentes, com salários entre R$ 10 mil e R$ 21 mil. Coisa que nem o “poderoso” irmão feZ.
Veja abaixo o texto do jornal carioca na íntegra:

Os salários de três parentes da senadora Daniella Ribeiro, que são lotados em seu gabinete chegam a R$ 630 mil por ano. A informação foi divulgada nesta terça-feira na coluna do jornalista Lauro Jardim, ao jornal ‘O Globo’. Segundo o artigo, a congressista, que é suplente da Comissão de Relações Exteriores no Senado, não terá condições de apontar o dedo para Eduardo Bolsonaro, caso ela seja contra a indicação. Pelo menos, não por nepotismo.

Estão lotadas no gabinete da senadora duas primas dela: Maria Luíza Farias, com salário de R$ 21 mil; e Alina Barboza, que recebe R$ 10,7 mil. Mas não só.
Alina é mãe de Marina Galdêncio, outra familiar beneficiada com uma vaguinha, de R$ 20,8 mil, arranjada pela parlamentar.
 
Tribuna10, Redação em Cajazeiras 
O Com O Globo

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu