A deputada Drª Paula Francinete (Progressita) diz que a questão dos lixões não deve ser responsabilidade apenas dos prefeitos e recomenda aos gestores municipais a recorrerem à parceria público-privada ou a consórcio para dar destino adequado aos resíduos sólidos, em seus respectivos municípios, acabando assim com os denominados lixões. A declaração foi dada, nesta quinta-feira (19), na Assembleia Legislativa da Paraíba, durante audiência pública para debater a questão nos municípios da região do Vale do Paraíba.

 “Foi uma audiência produtiva. O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que obriga os prefeitos a resolverem a situação do destino dos resíduos sólidos, iria ser vencer agora, no dia 30 de setembro, mas, em tempo, houve essa Audiência para discutir a questão. Esses prefeitos ficaram em situação difíceis, porque os municípios não podem arcar com a responsabilidade, vez que o problema dever ser feito a partir de uma parceria público-privado ou por meio de consórcio”, declarou a deputada.LINK PATROCINADO.

Drª Paula adiantou que os prefeitos vieram à Assembleia, por meio da iniciativa do presidente da Casa Epitácio Pessoa, deputado Adriano Galdino (PSB). “O presidente da Assembleia tem se preocupado com os problemas da Paraíba, tem aproximado os deputados do povo”, ressaltou a deputada.

A deputada disse que o tema em debate não é assunto que afeta, apenas, a Região do Litoral Note do Estado, mas todos os municípios da Paraíba, já que exige, ente outras coisas, a construção de aterros sanitários. “Só há três municípios da Paraíba que tem aterro sanitário. Contudo, a questão quanto ao adequado tratamento e resíduos sólidos é lei, tem que ser resolvido”, comentou, adiantou que acredita que a situação será resolvida, vez que o Estado já se propõe a ofertar galpões para que os municípios possam realizar a reciclagem de lixo.

A parlamentar disse, também, que, em conversa com o superintendente da Sudema, Dr. Aníbal, o mesmo informou que muitos prefeitos não trazem a documentação completa, o que impede a expedição da licença em tempo hábil, para que os gestores construam os aterros.

Por fim, a deputada falou da experiência exitosa em Cajazeiras, que faz a coleta seletiva de lixo. “adiantamos que Cajazeiras está sendo exemplo para outros municípios, para que estes possam, também, realizar a coleta seletiva de lixo”, observou.

Por Tribuna10, Cajazeiras
Via- Assessoria   

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu