.⇘
De acordo com a Época, o ex-procurador-geral de Justiça de São Paulo, Márcio Elias Rosa, que havia topado ser sócio de Rodrigo Janot num escritório de advocacia, aberto há quatro meses, decidiu romper a sociedade.

Márcio Elias Rosa foi pego de surpresa com o teor das declarações feitas por Janot, que afirmou que quando era Procurador Geral da República foi trabalhar armado na intenção de matar o ministro do Superior Tribunal Federal Gilmar Mendes e se matar em seguida.

🔼Por Tribuna10
Com informações da revista Época 

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu