“Qual é seu plano de saúde?” A pergunta, aparentemente despretensiosa, tem sido usada como tática por atendentes de algumas clínicas e consultórios de diversas especialidades médicas que passaram a selecionar pacientes que terão preferência no atendimento.

Quando o interessado responde que é conveniado de determinados planos de saúde, costuma ter o atendimento dificultado ou mesmo recusado por clínicas que justificam não ter horário disponível para os próximos dias, semanas ou meses.

Quando as mesmas clínicas são procuradas por clientes que pagam em dinheiro, na forma particular, ou que afirmam possuir um plano considerado melhor em termos de remuneração para os médicos, a resposta costuma ser outra. Nesse caso, há horários disponíveis.

Constatação
Uma conveniada da UNIMED  passou por essa situação em Cajazeiras e o problema foi constatado pelo Tribuna10 nesta quarta-feira (02). A reportagem  ligou para a clínica médica especializada em cardiologia, Dr. Radamés, em Cajazeiras simulando a procura de vaga para a realização de consulta cardiológica, assim como a paciente que prefere não se identificar.

Veja o diálogo
A princípio o repórter ligou: Alô é da clínica de Dr. Radamés; a atendente disse: é sim; repórter: eu gostaria de agendar uma consulta médica; atendente: temos vagas para dia 10 às 8h30 e 11h da manhã; repórter: tá bom; atendente disse: posso agendar?; repórter: vocês atendem por plano de saúde não é?; atendente: qual plano?: repórter: UNIMED; atendente: para UNIMED não temos vagas só estamos atendendo particular, para planos, só temos para encaixar e não sabemos nem para quando.

Essa mesma situação foi constatada em ligações feitas para outras  clínicas de Cajazeiras. Quando o repórter dizia ter plano de saúde da UNIMED a funcionária do estabelecimento afirmava que não havia vaga. Quando outro repórter ligava, se identificando como cliente particular a mesma atendente dizia que havia horários disponíveis.

Exceção
Outra clínica da mesma especialidade, Clínica Dr. Luíz Xavier,  a atendente não fez questão de saber qual convênio o suposto cliente pertencia, informando que tinha horário
disponível. 

Por Alex Gonçalves, Tribuna10
Redação em Cajazeiras 
02/10/2019

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu