Do Tribuna10, em Cajazeiras 
Redação 
Via-Diário do Nordeste

O Brasil monitora 182 casos suspeitos do coronavírus, até esta sexta-feira (28), segundo o Ministério da Saúde. Um já foi confirmado. No Ceará, seis ocorrências estão sendo supervisionadas.

Com o avanço do vírus, diversas informações falsas são divulgadas a respeito. O Sistema Verdes Mares reuniu as principais dúvidas e desmistifica as informações, que são importantes na prevenção da doença.
É perigoso abrir encomendas e cartas que chegam da China.

Mito. O vírus não sobrevive muito tempo em objetos, portanto, não há riscos.
As máscaras não protegem do coronavírus.

Mito. As máscaras são protetoras, mas não evitam a doença. Nariz e boca devem estar protegidos e a máscara deve ser trocada caso esteja úmida.
O vírus não se propaga em climas quentes.

Mito. Especialistas confirmam que o vírus é de clima frio, mas também é capaz de se propagar, com dificuldade, em climas quentes. O vírus também é ultrassensível à radiação do sol e à luz ultravioleta, mas, não é impossível que haja uma epidemia em lugares com estes climas.
A vacina da pneumonia protege contra o coronavírus.

Mito. A vacinação é recomendada por evitar doenças respiratórias, mas ainda não existe uma vacina específica contra o Covid-19, mas mais de 20 já estão em teste, segundo a OMS.
O Covid-19 é transmitido por picadas de mosquito.

Mito. A transmissão é feita, principalmente, pelo contato com pessoas infectadas, através de gotículas expelidas quando a pessoa doente tosse ou espirra, explica a OMS. Não existe qualquer evidência que suporte a alegação de que este vírus pode ser transmitido através de insetos.
Mesmo com máscaras, as pessoas podem ser contagiadas.

Verdade. Não é só pelas vias respiratórias que podemos nos contaminar com o vírus. Se caso uma pessoa estiver com máscara em um transporte coletivo, e encostar em um local contaminado com as mãos e coçar os olhos, pode ser contaminada.
Qualquer pessoa pode contrair o coronavírus.

Verdade. Apesar de idosos e pessoas com alguma doença de base (como diabetes e problemas cardíacos) estarem no grupo de risco, não é impossível que o vírus contamine outras pessoas, inclusive crianças.
A máscara N95 é a mais apropriada para a prevenção do novo vírus.

Verdade. Essas máscaras são diferentes das comuns máscaras cirúrgicas, com a N95, mesmo que gotículas não conseguem entrar em contato com a pele de quem usa.

Ainda não existe tratamento específico.
Verdade. Apesar de não existir tratamento específico, é indicado repouso e ingestão de bastante água. Analgésicos e antitérmicos também estão sendo utilizados para tratar a doença.
Os sintomas são parecidos com os de uma gripe normal.

Verdade. Os sintomas são: febre, tosse e falta de ar. Os processos de cura também são semelhantes aos da gripe.
 
Coronavírus
A disseminação de casos suspeitos e confirmados do novo coronavírus provoca várias dúvidas. Mas, não há motivo para desespero, reforça o infectologista Danilo Campos. Um dos esclarecimentos feitos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de que pessoas que não tenham sintomas respiratórios não precisam utilizar máscara cirúrgica.

Essa não é a primeira vez que o mundo entra em alerta por causa de uma doença. Nos últimos séculos, várias epidemias amedrontaram a população e deixaram número de vítimas em grandes proporções.


 

Compartilhar:
Alaninfo

ALEX GONÇALVES

Alex Gonçalves é radialista DRT4220-PB.Natural de São José de Piranhas, fomado em Letras pela UFCG. Atua no ramo de jornalismo há 15 anos, foi editor repórter do portal Radar Sertanejo durante nove anos.É funcionário público estadual desde 2010 e atualmente apresenta o programa Radar em Alerta na Terra Nova FM.

0 Comentários até agora, adicione o seu